...

Abdominoplastia

Marcada melhoria do contorno corporal
O que pretende saber?

O que é a abdominoplastia?

A abdominoplastia consiste em retirar pele e gordura em excesso na região inferior do abdómen, juntamente com o reposicionamento dos músculos retos abdominais.

Em casos selecionados, pode ser associada a lipoaspiração do abdómen, dos flancos ou do dorso. 

 

Para quem é indicada?

A abdominoplastia é indicada para pessoas que apresentam:

  • Excesso de pele abdominal devido a perda significativa de peso, gravidez ou envelhecimento;
  • Músculos abdominais afastados (por exemplo no caso do abaulamento dos músculos da parede abdominal, conhecido como diástase dos retos, após gravidez);
  • Acumulação persistente de gordura na região abdominal, que não responde a dieta e exercícios.

Recomenda-se a cirurgia em mulheres que não desejem ter mais filhos.

 

Quais os resultados esperados?

Os resultados da abdominoplastia incluem um abdómen mais plano, firme e tonificado.

A remoção do excesso de pele e gordura contribui para uma aparência mais esculpida e a correção dos músculos abdominais enfraquecidos e abaulados pode melhorar tanto a firmeza como a funcionalidade.

Ao fortalecer a parede abdominal, a cirurgia pode ajudar a melhorar a postura, especialmente em casos onde os músculos abdominais fracos contribuem para dores nas costas.

Embora não seja um procedimento específico para a remoção de estrias, a abdominoplastia pode também remover algumas estrias localizadas na área de pele que é excisada.

A maioria dos pacientes sente uma melhoria significativa na sua auto-estima após a cirurgia.

mini abdominoplastia antes e depois

Veja o caso clínico completo em Abdominoplastia Antes e Depois.

 

Como é feita?

A abdominoplastia geralmente envolve os seguintes passos:

  1. O cirurgião faz uma incisão horizontal acima da região pubiana, podendo variar em comprimento dependendo da extensão da correção necessária;
  2. O excesso de pele e gordura é removido, expondo os músculos abdominais subjacentes.
  3. Se necessário, os músculos abdominais enfraquecidos ou separados (diástase) são costurados para restaurar a firmeza;
  4. Em alguns casos, o umbigo pode ser reposicionado para se adequar à nova aparência do abdómen;
  5. Por fim, a incisão é fechada com suturas, resultando numa cicatriz que geralmente fica abaixo da linha do biquini.

 

Seguem abaixo algumas das questões mais frequentes dos nossos pacientes.

A abdominoplastia dura entre 2-3h, dependendo da complexidade do procedimento e da combinação ou não com a lipoaspiração.

 

Embora os cirurgiões se esforcem para tornar as cicatrizes o mais discretas possíveis, a cicatrização pode depender da genética do paciente e da capacidade de seguir as instruções de cuidados pós-operatórios.

Normalmente, na abdominoplastia, faz-se uma incisão na prega supra-púbica (por cima do púbis), o que permite que a cicatriz fique perfeitamente dissimulada pelo biquini ou pela roupa interior.

A extensão da incisão dependerá da flacidez da pele e do grau de obesidade do paciente.

Em casos mais severos, pode fazer-se a chamada “abdominoplastia em âncora”, também conhecida como abdominoplastia em T invertido, devido ao formato da cicatriz.

Este tipo de abdominoplastia é mais extenso do que a abdominoplastia tradicional e é geralmente recomendado para pacientes que precisam de uma correção mais significativa do excesso de pele e flacidez na região abdominal.

Certifique-se que discute os tipos de incisão e técnicas com o cirurgião plástico na consulta prévia à cirurgia.

O aspeto final das cicatrizes depende de vários fatores. No entanto há tratamentos que podem ajudar muito a conseguir uma melhoria significativa do aspeto final da cicatriz, como é o caso do Laser CO2.

Outros tratamentos de drenagem, massagem, compressão, silicones e cremes poderão ser excelentes complementos para uma boa cicatrização.

Em geral, os pacientes submetidos à abdominoplastia podem esperar um internamento de 1 ou 2 dias, para que a equipa médica consiga acompanhar de perto a recuperação inicial. Em alguns casos, o tempo de internamento pode variar, dependendo de vários fatores, como a extensão da cirurgia, a resposta individual do paciente à anestesia e a recuperação pós-operatória. Durante o tempo de internamento, terá de usar drenos.

A abdominoplastia geralmente é realizada sob anestesia geral, o que significa que o paciente estará completamente inconsciente durante todo o procedimento.

Esta opção proporciona conforto e segurança ao paciente, permitindo que o cirurgião realize a intervenção com precisão.

A recuperação pode levar algumas semanas (normalmente, 15 dias a 1 mês), durante as quais os pacientes devem seguir as orientações médicas para otimizar os resultados e minimizar complicações.

Nos primeiros dias, provavelmente não será capaz de se manter em pé por muito tempo, o que trará algum desconforto. Poderá também sentir a pele do abdómen mais apertada. Algum inchaço e hematomas são normais, mas acabam por desaparecer em alguns dias / semanas.

Durante o 1º mês terá de usar uma cinta de compressão durante o dia e durante a noite.

A dor associada à abdominoplastia é bastante variável de paciente para paciente. Alguns relatam uma quantidade moderada de desconforto, ao passo que outros referem dor na coluna devido ao posicionamento durante o sono. Haverá no entanto, certamente, algum desconforto que pode ser combatido com analgésicos.

Como qualquer procedimento cirúrgico, a abdominoplastia envolve riscos.

É importante o paciente estar ciente desses riscos antes de decidir avançar.

Alguns dos riscos comuns associados incluem:

  • infeção no local da incisão;
  • hematoma;
  • má cicatrização das incisões;
  • reações adversas à anestesia (raro);
  • trombose venosa profunda (formação de coágulos sanguíneos nas veias profundas);
  • embolia pulmonar (coágulo de sangue que se desloca para os pulmões);
  • alterações na sensibilidade da pele abdominal.
Os resultados podem durar muitos anos. Se não ganhar peso ou engravidar após a sua abdominoplastia, então as mudanças podem ser duradouras e permanentes. Haverá sempre alguma relaxação dos tecidos com a idade, mas não ao ponto anterior à cirurgia.
 

É possível engravidar e ter filhos após uma abdominoplastia, mas deverá ter consciência de que os resultados da cirurgia podem ser afetados pela gravidez subsequente.

Não recomendamos a cirurgia a mulheres que planeiam engravidar após a mesma.

 
A abdominoplastia pode levar algum tempo para cicatrizar completamente. Ainda assim, muitos pacientes podem retornar a sua atividade normal após 3 semanas, mas isso dependerá da extensão da cirurgia e da atividade exercida. Em alguns casos, pode não poder trabalhar por mais de 1 mês.
Deverá discutir esta questão com o cirurgião.

A lipoabdominoplastia é uma combinação de duas técnicas cirúrgicas: a lipoaspiração e a abdominoplastia.

Ambos os procedimentos têm o objetivo de melhorar a aparência da região abdominal, mas a lipoabdominoplastia visa oferecer benefícios adicionais, combinando a remoção do excesso de gordura com a correção da flacidez da pele e da musculatura abdominal.

Ao combinar essas duas técnicas, a lipoabdominoplastia proporciona resultados estéticos mais abrangentes.

O valor da abdominoplastia varia consoante alguns fatores, pelo que é necessária uma avaliação concreta do paciente.

Agende uma consulta para obter um orçamento para o seu caso particular e esclarecer todas as suas dúvidas.

Marque já a sua consulta!

Pedido de Informação

  • Quer saber mais informações sobre este tratamento?
  • Deseja conhecer a Living Clinic?
  • Quer a opinião da nossa equipa?
  • Deseja marcar uma consulta?
Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.