...

Transpiração Excessiva

Tratamento para excesso de transpiração (hiperidrose)
O que pretende saber?

Nesta página explicaremos tudo o que precisa de saber sobre hiperidrose (transpiração excessiva), incluindo porque é que ela ocorre e quais os tratamentos que podem ajudar a solucionar o problema.

 

O que é transpiração excessiva e quais os sintomas?

A transpiração é um processo natural do corpo humano que ajuda a regular a temperatura e eliminar toxinas. No entanto, algumas pessoas sofrem de transpiração excessiva, também conhecida como hiperidrose, que pode ser desconfortável e constrangedora.

A transpiração excessiva ocorre quando as glândulas sudoríparas produzem suor em quantidades maiores do que o necessário para regular a temperatura corporal. Isso pode resultar em sudorese intensa e desproporcional, mesmo em situações normais ou de baixo stress.

O suor excessivo pode afetar diversas áreas do corpo, incluindo as axilas, mãos, pés, rosto e região da virilha.

Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, mas geralmente incluem sudorese excessiva, manchas de suor nas roupas, odor desagradável e desconforto social. Esta condição pode causar constrangimento e afetar a autoestima e a qualidade de vida de quem a vive, levando a pessoa a evitar situações sociais e limitação das atividades diárias.

 

Quais as causas da transpiração excessiva?

Pesquisas recentes demonstraram que os indivíduos com hiperhidrose não são necessariamente mais ansiosos do que a restante população, pelo que, apesar de o nervosismo e ansiedade poderem provocar excesso de transpiração, podem existir também outras causas subjacentes.

A hiperidrose pode ser divida em 2 tipos: hiperidrose primária e hipidrose secundária.

A primária é a forma mais comum de hiperidrose mas as causas não são bem conhecidas. Sabe-se apenas que, muitas vezes, é uma condição genética.

A hiperidrose secundária é causada por uma condição médica subjacente, como por exemplo distúrbios hormonais (como os provenientes da menopausa ou distúrbios da tiróide), efeitos colaterais de medicamentos (como antidepressivos, analgésicos ou medicamentos para a pressão arterial), doenças neurológicas (como Parkinson), certas infeções ou outras doenças, como diabetes, hipoglicemia, obesidade, etc.

 

Tratamento para transpiração excessiva

As opções de tratamento da hiperidrose são variadas, dependendo das partes do corpo envolvidas. O médico da Living Clinic irá avaliar a localização e a gravidade da situação e selecionar a melhor opção para o seu caso particular.

É prática comum que qualquer ação corretiva se inicie com prescrições médicas (tratamento farmacológico) para reduzir a sudorese e posteriormente avançar para tratamentos mais complexos como, por exemplo, iontoforese ou injeções de toxina botulínica. A cirurgia pode ser vista como o último recurso para tratar esta condição.

 

Qual a diferença entre hiperidrose e bromidrose?

A hiperidrose refere-se à produção excessiva de suor, enquanto que a bromidrose está relacionada com o odor desagradável que pode resultar da ação das bactérias na pele. Apesar de não estarem necessariamente associados, podem acontecer em simultâneo.

Em casos graves de hiperidrose, consulte o médico dermatologista. Poderá ser necessária a prescrição de medicamentos que ajudam a controlar a transpiração. Em alguns casos, a cirurgia pode ser considerada.

 

Como prevenir o suor excessivo?

A prevenção do suor excessivo pode ser desafiante, mas existem várias medidas que pode adotar para reduzir a transpiração excessiva e o desconforto associado a ela.

  1. Use Antitranspirantes e Desodorantes Adequados e de forma frequente;
  2. Tome banho diariamente com um sabão antibacteriano e lave cuidadosamente as áreas mais propensas a suor, como axilas e pés;
  3. Use roupas feitas de tecidos naturais, como algodão, que permitem a circulação de ar e a evaporação do suor. Evite tecidos sintéticos que prendam o calor e a humidade;
  4. Roupas apertadas podem restringir a ventilação e agravar a transpiração. Opte por roupas mais soltas e arejadas;
  5. Mantenha-se hidratado. Beber água suficiente é importante para manter a temperatura corporal;
  6. Evite comer alimentos muito picantes, muito quentes ou muito condimentados;
  7. Bebidas com cafeína e álcool podem aumentar a temperatura corporal e levar à produção excessiva de suor. Reduza o consumo dessas substâncias, se possível.
  8. O stress emocional pode levar a suor excessivo. Pratique técnicas de relaxamento, como meditação, yoga ou exercícios de respiração profunda, para ajudar a controlar o stress.

 

Como referido anteriormente, em casos de hiperidrose axilar, a Toxina Botulínica pode ajudar a reduzir a produção de suor. Esse é um tratamento temporário, mas eficaz.

Em casos graves de hiperidrose, pode ser necessário consultar o médico. Poderá ser necessária a prescrição de medicamentos que ajudam a controlar a transpiração. Em alguns casos, a cirurgia pode ser considerada.

 

 

Agende uma consulta para ouvir a recomendação do médico para o seu caso particular e esclarecer todas as suas dúvidas.

Estamos na Av. da Boavista, no Porto!

Marque já a sua consulta!

Pedido de Informação

  • Quer saber mais informações sobre este tratamento?
  • Deseja conhecer a Living Clinic?
  • Quer a opinião da nossa equipa?
  • Deseja marcar uma consulta?
Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.