Tratamento para a Celulite

Reduza a celulite em qualquer parte do corpo com tratamentos inovadores

Como se forma a celulite? (Causas)

A celulite, também conhecida como lipodistrofia ginóide, é caracterizada por alterações na aparência da pele, geralmente nas áreas dos glúteos, coxas, abdómen e braços. Manifesta-se como uma textura irregular, com aspeto de casca de laranja, devido à acumulação de gordura, líquidos e toxinas nas células adiposas.

A celulite pode ser causada por uma combinação de fatores, incluindo nutricionais, predisposição genética, alterações hormonais, estilo de vida sedentário, envelhecimento, circulação sanguínea e linfática, entre outros fatores. Porém, na mulher devido a questões anatómicas, esta condição é muito frequente.

É importante salientar que a celulite é uma condição comum e que afeta muitas pessoas, independentemente de seu peso ou forma corporal. Não representa necessariamente um problema de saúde, mas pode ser uma preocupação estética para algumas pessoas.

A estrutura da pele e o tecido adiposo subjacente desempenham um papel importante na formação da celulite. Um elemento estrutural que permeia a derme e o tecido celular subcutâneo (adiposo) é o tecido conjuntivo. O tecido conjuntivo é composto em parte por múltiplos septos fibrosos, ricos em colagénio, que conectam a pele ao músculo subjacente, atravessando a camada de gordura que fica entre essas estruturas.

A acumulação de gordura no tecido celular subcutâneo é um fator-chave na formação da celulite. Quando as células de gordura aumentam de tamanho, em certos pontos elas geram um aumento de volume na pele e nos pontos onde estão os septos fibrosos, essa expansão é impedida, gerando uma “depressão”.

 

Graus da Celulite

Existem diferentes graus e tipos de celulite, que podem variar em termos de gravidade e aparência.

Os principais graus de celulite incluem:

Celulite Grau 1

Neste estágio inicial, a celulite não é muito visível, mesmo quando a pele é apertada. Pode haver uma leve textura de casca de laranja, mas não há depressões ou protuberâncias significativas.

Celulite Grau 2

Neste estágio, a celulite é mais visível e pode haver protuberâncias e depressões na pele quando se pressiona ou contrai os músculos na área afetada.

Celulite Grau 3

A celulite no grau 3 é mais evidente e pode causar flacidez na pele. As protuberâncias e depressões são mais pronunciadas e podem ser vistas mesmo sem pressionar a pele.

Celulite Grau 4

Este é o estágio mais avançado da celulite, caracterizado por protuberâncias e depressões profundas e visíveis, mesmo quando a pessoa está em repouso. A pele pode parecer muito flácida e irregular.

 

Tipos de Celulite

Além dos diferentes graus, a celulite também pode ser classificada em diferentes tipos com base na sua aparência:

Celulite Edematosa

Este tipo de celulite está associado à retenção de líquidos e inchaço. Pode causar sensação de peso nas pernas e tornozelos inchados.

Celulite Fibrosa

A celulite fibrosa é caracterizada por protuberâncias mais duras e nódulos na pele. Ela pode ser mais difícil de tratar devido à presença de tecido fibroso.

Celulite Flácida

Este tipo de celulite geralmente ocorre em pessoas mais velhas e é caracterizado por uma pele flácida e enrugada.

Celulite Mista

A maioria das pessoas com celulite tem uma combinação de tipos, e a celulite mista pode apresentar características de diferentes tipos, como edematosa, fibrosa ou flácida.

 

Não devemos confundir a celulite “vulgar” com a celulite infeciosa ou celulite bacteriana. Este tipo de celulite pode causar graves complicações e deve ser devidamente diagnosticada e tratada.

A celulite a que nos referimos nesta página é a “celulite estética” (que afeta a grande maioria das mulheres e alguns homens) e não a condição médica.

 

Celulite nos homens: mas então porque é que a celulite tende a aparecer mais nas mulheres?

A diferença na prevalência da celulite entre homens e mulheres está relacionada com várias razões fisiológicas e hormonais, além de diferenças na estrutura do tecido adiposo e na distribuição de gordura.

Distribuição de gordura

Homens e mulheres têm padrões diferentes de distribuição de gordura nos seus corpos. As mulheres tendem a acumular mais gordura nas coxas, quadris e nádegas, enquanto que os homens tendem a armazenar gordura de forma mais uniforme ao longo do corpo. Essa distribuição de gordura nas mulheres cria um ambiente propício para o desenvolvimento da celulite, pois as áreas onde ela é mais comum têm uma maior concentração de gordura subcutânea.

Estrutura do tecido conjuntivo

A estrutura do tecido conjuntivo sob a pele é diferente em homens e mulheres. Em mulheres, as fibras de colagénio que conectam a pele aos músculos são orientadas verticalmente, o que pode permitir que as células de gordura se projetem mais facilmente e causem protuberâncias visíveis na superfície da pele. Nos homens, essas fibras de colagénio são geralmente dispostas de forma mais diagonal, o que torna mais difícil o desenvolvimento da celulite.

Hormonas

As hormonas desempenham um papel crucial na formação da celulite. As mulheres têm níveis mais elevados de estrogénio, uma hormona que afeta o metabolismo da gordura e pode aumentar a tendência de acumulação de gordura nas áreas propensas à celulite. Além disso, as flutuações hormonais ao longo da vida das mulheres, como a puberdade, a gravidez e a menopausa, podem influenciar o desenvolvimento da celulite.

 

Celulite na gravidez

O aparecimento de celulite durante a gravidez é uma preocupação comum para muitas mulheres, mas é importante entender que é um fenómeno natural e que existem várias maneiras de gerir e minimizar os seus efeitos.

Durante a gravidez, ocorrem várias mudanças no corpo da mulher que podem aumentar a probabilidade de desenvolver celulite:

  • Aumento de Peso: O ganho de peso é uma parte normal da gravidez para acomodar o crescimento do bebé, mas o aumento de gordura corporal pode contribuir para o desenvolvimento da celulite;
  • Alterações Hormonais: As flutuações hormonais, como o aumento dos níveis de estrogénio e progesterona, podem afetar o metabolismo da gordura e a elasticidade da pele;
  • Retenção de Líquidos: A retenção de líquidos é comum durante a gravidez, e a acumulação de líquidos nas áreas afetadas pode agravar a celulite;
  • Alterações na Circulação Sanguínea: O aumento do fluxo sanguíneo e a pressão sobre os vasos sanguíneos podem afetar a circulação nas áreas afetadas pela celulite.

 

Existem várias opções de tratamento seguras e eficazes para ajudar a minimizar a aparência da celulite e melhorar a autoestima da mulher durante essa fase especial da vida. Conheça a nossa página Recuperação Pós-Parto e informe-se sobre o nosso Pack Mommy Makeover Não Cirúrgico.

Caso as estrias sejam também uma preocupação, conheça os nossos tratamentos para estrias.

 

Onde pode aparecer celulite?

A celulite pode aparecer em várias áreas do corpo, sendo mais comum nas nádegas e pernas (especialmente nas coxas). No entanto, também pode ocorrer em regiões como a barriga, quadris, braços e até mesmo nos seios.

 

O que pode agravar a celulite?

Alguns fatores podem aumentar a probabilidade de desenvolver celulite, incluindo uma má dieta alimentar, consumo exagerado de açucares e refrigerantes, gorduras e sal, sedentarismo, tabaco, stress, alterações hormonais, entre outros.

 

Como reduzir a celulite?

Se pretende reduzir a celulite a longo prazo, há várias coisas que pode fazer, incluindo alterações a nível da alimentação, aumento da ingestão de água, aplicação de produtos tópicos / cremes para a celulite, redução do tabaco (que recomendamos vivamente), entre outros. No entanto, deverá estar ciente de que estes comportamentos deverão ser consistentes e perpetuados no tempo para poderem surtir algum efeito.

Caso pretenda reduzir a celulite num curto espaço de tempo, existem tratamentos estéticos que a podem ajudar. Conheça na secção seguinte os principais tratamentos para a celulite.

 

Tratamentos para a Celulite

 A Living Clinic dispõe de tratamentos para a celulite inovadores e muito eficazes, incluindo:

O EMTone é o mais avançado tratamento não invasivo e aprovado pela FDA que combina energia térmica e mecânica para atacar todos os fatores que contribuem para a celulite. É um tratamento cientificamente comprovado que torna a sua pele macia e lisa, diminuindo papos e sulcos.

Dependendo do caso, o tratamento com EMTone pode ser associado ao EMSculpt para uma tonificação mais aprimorada.

O EMSculpt NEO é o primeiro e único procedimento não invasivo do mundo que combina 2 energias para em simultâneo eliminar gordura e promover crescimento muscular numa sessão de 30 minutos.

O X-Wave Optimal é uma terapia por ondas de choque (ou ondas acústicas) vulgarmente usada para ajudar a reduzir a gordura e tratar celulite. As ondas acústicas estimulam a degradação das células adiposas, criando novo colagénio e promovendo um efeito semelhante a uma massagem de drenagem linfática.

Este é um tratamento minimamente invasivo utilizado em casos mais agudos de celulite que não tenham respondido aos tratamentos menos invasivos e também quando a celulite está mais associada a flacidez do que a acúmulo de gordura propriamente dito. A bioestimulação de colagénio com subcisão é uma técnica que consiste em combinar o rompimento do tecido fibroso com a injeção de bioestimuladores, como o ácido poli-L-láctico. O procedimento é feito com anestesia local.

  • Subcision (ou subcisão)

Consiste num procedimento cirúrgico minimamente invasivo, onde é feita a rutura das traves fibrosas que estão a causar as depressões na superfície da pele.

A subcisão é feita com anestesia local e apenas nas áreas de depressões pronunciadas.

É a principal modalidade terapêutica para a celulite de grau elevado, onde se verificam depressões profundas em repouso.

O procedimento é feito com anestesia local.

 

 

Mas afinal, qual é o melhor tratamento para a celulite?

O melhor tratamento para a celulite vai depender do que o médico ou especialista indicar para o seu caso particular, dependendo do tipo e grau da celulite. Deverá agendar uma consulta de avaliação.

 

Tratamento para Celulite: Antes e Depois

emtone antes e depois

Conheça o caso clínico completo em EMTone Antes e Depois.

 

Agende uma consulta para ouvir a recomendação dos nossos profissionais para o seu caso particular e esclarecer todas as suas dúvidas.

Estamos na Av. da Boavista, no Porto!

Marque já a sua consulta!

Pedido de Informação

  • Quer saber mais informações sobre este tratamento?
  • Deseja conhecer a Living Clinic?
  • Quer a opinião da nossa equipa?
  • Deseja marcar uma consulta?