...

Assimetria mamária: as soluções existentes

Publicado a:

» Voltar ao Blog

Índice

A assimetria mamária é caracterizada pela diferença no tamanho, forma ou posição dos seios. 

A assimetria pode variar de leve a acentuada e pode estar presente desde o desenvolvimento dos seios na adolescência ou surgir após a gravidez e/ou amamentação, devido ao envelhecimento natural ou pode ainda ter outras causas, que iremos explorar mais à frente.

A assimetria mamária pode ocorrer de várias formas. Pode envolver uma diferença de tamanho entre os seios, onde uma mama é maior que a outra. Também pode envolver uma assimetria na forma dos seios, com um sendo mais arredondado ou caído que o outro. Além disso, a assimetria na posição dos mamilos também é comum, com um mamilo mais alto ou deslocado lateralmente em relação ao outro.

Neste artigo, o Dr. Francisco Martins de Carvalho explicará quais as principais causas da assimetria mamária, bem como as soluções existentes para a correção da mesma.

 

Quais as principais causas da assimetria mamária?

A assimetria mamária pode ter várias causas que contribuem para o seu desenvolvimento. Alguns dos principais fatores incluem:

  • Desenvolvimento hormonal desigual: Durante a adolescência, as alterações hormonais podem afetar o desenvolvimento dos seios de forma desigual, levando à assimetria.
  • Gravidez e amamentação: As mudanças hormonais e o aumento do tamanho dos seios durante a gravidez e amamentação podem causar alterações na forma e tamanho dos seios, resultando em assimetria.
  • Envelhecimento: Com o envelhecimento, a pele perde elasticidade e os tecidos mamários podem sofrer alterações, contribuindo para a assimetria mamária.
  • Traumas ou lesões: Traumas ou lesões nos seios podem afetar a sua forma e tamanho, resultando em assimetria.
  • Condições médicas: Algumas condições médicas, como síndrome de Poland ou mama tuberosa, podem contribuir para a assimetria mamária.

 

É de referir que a assimetria mamária é bastante comum e pode ocorrer de forma natural. Na maioria dos casos, não há motivo para preocupação médica, a menos que cause desconforto físico ou emocional significativo.

 

Cirurgias mamárias para correção de assimetria

 

Mamoplastia de Aumento para correção de assimetria em mama pequena

Neste caso, a mamoplastia de aumento é indicada para pessoas com peito pequeno que pretendem aumentar o seu volume e, ao mesmo tempo, corrigir a assimetria, através de implantes de silicone.

 

Mamoplastia Redutora para correção de assimetria em mama grande

A mamoplastia redutora (ou redução mamária) é realizada para diminuir o tamanho das mamas e, em certos casos, também para corrigir a assimetria. Durante este procedimento, o cirurgião remove o excesso de tecido mamário e remodela a mama para alcançar um tamanho e forma mais equilibrados em relação à mama oposta. Além de melhorar a simetria, a mamoplastia redutora também pode aliviar desconfortos físicos associados ao peso excessivo das mamas.

 

Mastopexia (Lifting Mamário) para correção de assimetria em mama descaída

A Mastopexia, também conhecida como lifting mamário, é a cirurgia que permite a correção da ptose mamária (mamas descaídas) e consiste na remoção da pele em excesso, podendo esta técnica ser conjugada com a colocação de uma prótese (mastopexia com próteses).

Quando utilizada para corrigir a assimetria em mamas descaídas, a mastopexia permite reposicionar o tecido mamário, remover o excesso de pele e ajustar a aréola para criar uma aparência mais simétrica.

Este procedimento é especialmente benéfico para mulheres cujo peito perdeu a firmeza devido à gravidez, amamentação, perda de peso ou envelhecimento.

 

Enxertos de Gordura

Através da realização desta técnica, que consiste em lipoaspirar áreas onde a gordura esteja em excesso e colocá-la na mama, é possível corrigir assimetrias mamárias leves a moderadas.

 

Perguntas frequentes sobre as cirurgias

 

A partir de que idade é possível realizar a cirurgia de correção da assimetria mamária?

Na maioria dos casos, estas cirurgias podem ser feitas a partir do momento em que o crescimento das mamas terminou, ou seja, cerca dos 18 anos de idade.

 

Qual a duração média das cirurgias?

A maioria das cirurgias mamárias dura, no máximo, 2 horas, podendo variar de caso para caso.

 

Qual o tipo de anestesia utilizado?

Todas as cirurgias mamárias são realizadas sob anestesia geral.

 

Qual o tempo de internamento?

A mamoplastia de aumento e os enxertos de gordura poderão ser em ambulatório ou com 1 dia de internamento (dependendo dos casos). A mamoplastia redutora e a mastopexia exigem sempre 1 dia de internamento.

 

Como é o pós-operatório e recuperação?

O pós-operatório e o período de recuperação variam de acordo com o tipo específico de cirurgia mamária realizada, mas há algumas semelhanças gerais entre os procedimentos:

  • Após qualquer tipo de cirurgia mamária, é comum sentir algum inchaço, desconforto e sensibilidade nos seios. 
  • Em qualquer cirurgia deverá ser utilizado um sutiã de compressão durante aproximadamente 8 semanas.
  • Poderão também ser feitas algumas sessões de drenagem linfática, cujo plano dependerá da recomendação do médico.
  • A paciente geralmente recebe prescrições do médico para analgésicos e é aconselhada a descansar e evitar atividades extenuantes nas primeiras semanas após a cirurgia.
  • O período de inatividade varia em função do tipo de cirurgia realizada e do tipo de atividade da paciente. 
  • Com o tempo, o inchaço diminui e as cicatrizes começam a amadurecer e a ficar menos visíveis.

 

Saiba mais sobre o pós-operatório na página específica de cada cirurgia.

Conheça o cirurgião especialista em cirurgia estética da mama

Dr. Francisco Martins de Carvalho
Dr. Francisco Martins de Carvalho

O Dr. Francisco Martins de Carvalho é especialista em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética. Realizou a sua licenciatura em Medicina na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e o Internato de Formação Específica em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética decorreu no Hospital de São José (Lisboa) e no Hospital de São João (Porto).

Atualmente exerce a sua actividade no Hospital de São João – Porto, sendo também Docente Convidado na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

No campo da cirurgia estética, tem especial interesse por cirurgia estética da face, cirurgia estética da mama, cirurgia de contorno corporal e cirurgia íntima feminina.

Mais info.

Marcar consulta

  • Quer saber mais informações sobre algum tratamento?
  • Deseja conhecer a Living Clinic?
  • Quer a opinião da nossa equipa?
  • Deseja marcar uma consulta?

Marque já a sua consulta!

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.