...

Gluteoplastia

Aumento dos glúteos
O que pretende saber?

O que é e para que serve?

A gluteoplastia, cirurgia plástica aos glúteos ou cirurgia estética aos glúteos são designações dadas ao procedimento cirúrgico de aumento das nádegas. O objetivo desta intervenção é fazer um lifting de glúteos, ou seja, aumentar as nádegas, dando volume a esta região do corpo.

Esta cirurgia é muito procurado, tanto por motivos estéticos (perda de volume e/ou queda das nádegas), como para corrigir deformidades adquiridas (sequelas de traumatismos) e congénitas (agenesias ou distúrbios no desenvolvimento).

 

Como é feita a Gluteoplastia?

A gluteoplastia, ou gluteoplastia de aumento (como vulgarmente chamada), pode ser realizada através de dois tipos de cirurgia essenciais:

  • Gluteoplastia sem prótese: recorre à gordura do próprio corpo do paciente, ou seja, a tecidos autólogos próprios do organismo, socorrendo-se neste caso da lipoaspiração, retalho dermoadiposo e retalho muscular. No entanto, é necessário o paciente ter gordura abundante para se lipoaspirar, tratar e infiltrar para se obter a mesma projeção que se consegue com uma prótese;
  • Gluteoplastia com prótese ou ácido hialurónico: recorre a materiais artificiais, como silicone no glúteo ou ácido hialurónico (saiba mais em aumento de glúteos com ácido hialurónico)

 

Nota: Nestes procedimentos, além do aumento do volume glúteo, pode executar-se o lifting dos glúteos, isto é, a elevação glútea.

 

Para quem é indicada?

Geralmente, esta intervenção é indicada, por motivos estéticos, a pessoas com perda de volume e/ou queda dos glúteos, sendo que a gluteoplastia também pode ser usada para corrigir deformidades adquiridas ou congénitas.

 

Quais os resultados esperados?     

A finalidade deste tratamento é conseguir um resultado natural e uma harmonia entre o aumento de glúteos, a projeção da nádega, a curvatura da coluna, a cintura e a configuração dos quadris.

 

Quem é o médico responsável pela gluteoplastia?

Na Living Clinic, a gluteoplastia é um procedimento da responsabilidade do Dr. Francisco Martins de Carvalho, especialista em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética.

O Dr. Francisco realizou a sua licenciatura em Medicina na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e o Internato de Formação Específica em Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética decorreu no Hospital de São José (Lisboa) e no Hospital de São João (Porto).

Realizou também diversos estágios, nomedamente de Cirurgia Oncológica da Cabeça e Pescoço no Instituto Português de Oncologia – Porto e um fellowship de Cirurgia da Mão, organizado pela Sociedade Portuguesa de Cirurgia da Mão. Realizou também estágios internacionais em Cirurgia Estética, Reconstrução Mamária e Linfedema na Clínica Planas – Barcelona, no Hospital Universitário de Bruxelas e na Clínica Villa Sant’Apollonia – Bergamo, tendo contactado com referências na Cirurgia Plástica como o Dr. Jaume Masià, Dr. Moustapha Hamdi e Dr. Enrico Robotti.

Atualmente exerce a sua atividade no Hospital de São João – Porto, sendo também Docente Convidado na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.

Saiba mais sobre o Dr. Francisco na sua página.

A gluteoplastia pode ser realizada sob o efeito de anestesia geral ou anestesia local, com ou sem sedação.

Em média, a gluteoplastia demora cerca de 2 a 3 horas.

A gluteoplastia pode ser feita em regime de ambulatório ou ter um curto período de internamento que, habitualmente, se situa entre as 24 e as 48 horas.

Os resultados dacirurgia aos glúteos são logo visíveis, embora só duas semanas após a operação é que o inchaço começa a diminuir e os efeitos do tratamento são mais fidedignos. No entanto, os resultados definitivos deste procedimento só são completamente notórios após 4 a 6 meses, altura em que o edema terá desaparecido na totalidade.

Cerca de 2 dias após a realização da gluteoplastia, deve ser feita uma drenagem linfática na zona operada.

Posteriormente, aproximadamente 72 horas depois da cirurgia, é aconselhável que o paciente evite sentar-se, devendo permanecer deitado, de barriga para baixo, ou em pé.

Passado este período temporal, poderá começar a sentar-se aos poucos, tentando colocar o peso sobre a parte anterior das coxas, de modo a não sobrecarregar a zona dos glúteos. É ainda importante que o paciente use malhas de compressão na região dos glúteos.

Ao fim de 15 dias, as suturas devem ser retiradas e é expectável que a maior parte da contusão e do inchaço já tenha desaparecido.

Um mês depois da realização do procedimento, o paciente já pode voltar a praticar desporto.

A cicatriz da gluteoplastia é quase impercetível, pois fica localizada no sulco entre as nádegas.

Há quem questione se fazer uma gluteoplastia é perigoso. As complicações associadas a esta cirurgia são raras. Problemas como infeção e hematoma são pouco comuns, embora possam acontecer nesta, como em qualquer outra operação.

Existem ainda outros riscos raros como a acumulação de líquido em torno das próteses (caso utilize próteses) e a contratura capsular, isto é, uma reação exagerada do organismo a um corpo estranho. É, por isso, preferível (menos arriscado) a utilização da gordura do próprio corpo para o aumento dos glúteos.

A gluteoplastia não está indicada para algumas pessoas, nomeadamente:

  • Portadores de doenças autoimunes, como lúpus, por exemplo;
  • Doentes crónicos, com problemas de cicatrização e coagulação;
  • Gestantes;
  • Lactantes;
  • Doentes cardíacos;
  • Pessoas com problemas na região lombar.

Deverá agendar uma consulta com o médico, que irá avaliar o seu histórico clínico e confirmar-lhe se é um(a) candidato(a) elegível para a cirurgia.

Sim. Geralmente, a diferença entre a gluteoplastia masculina e a feminina está na sua finalidade. Isto porque se normalmente as mulheres procuram com este procedimento ter um glúteo mais elevado e redondo, os homens pretendem apenas o aumento dos glúteos e a sua harmonização com as coxas, quadris e abdómen.

O preço da gluteoplastia varia consoante o tipo de procedimento utilizado e outros fatores, pelo que é sempre necessário proceder a uma avaliação prévia do paciente, antes de apresentar um orçamento.

Agende uma consulta para esclarecer todas as suas dúvidas.

Marque já a sua consulta!

Pedido de Informação

  • Quer saber mais informações sobre este tratamento?
  • Deseja conhecer a Living Clinic?
  • Quer a opinião da nossa equipa?
  • Deseja marcar uma consulta?
Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.